CULTO DE ENSINO - 03/04/15

 

ESTUDO 8 - FESTAS JUDAICAS E ESCATOLOGIA

 

INTRODUÇÃO

 

O dicionário define FESTA como “reunião de pessoas com fins recreativos, geralmente acompanhada de música, dança, bebidas e comidas.” Para que haja uma festa, é preciso: um motivo, um grupo de pessoas e algum tipo de cerimonial.

 

Na Bíblia, em Israel, o significado de Festa era basicamente de cunho espiritual, e não somente para entretenimento e diversão. O termo hebraico “Chag” (Festa) significa: “ato de chamar ou reunir por convocação para uma Solenidade, Festival, Honra, Regozijo”.

 

Deus instituiu as Festas no meio do seu povo como um tipo de mensagem insculpida no tempo. Nem todos teriam acesso às Escrituras, mas uma data comemorativa chegaria para todos indiscriminadamente, e seu significado seria conhecido, tornando-se uma espécie de "monumento no tempo" ou “Santuários de tempos".

 

As sete Festas anuais do povo de Israel eram:  Páscoa, Pães Asmos, Primícias, Pentecostes, Trombetas, Expiação e Tabernáculos - Lv 23. Lembrando que essas festas tiveram um propósito cultural e espiritual para aquele povo, naquele tempo. Hoje, como cristãos, não precisamos mais celebrar estes ritos como parte da nossa adoração a Deus (Gl 4:9-11, Hb 10:1, Cl 2:16-17, 1 Co 10:11).

 

Cada Festa instituída possuía um significado especial, e tinha o propósito de marcar e celebrar um acontecimento histórico ou cultural do povo de Israel. Mas além deste significado, cada Festa apontava também para algo que aconteceria no futuro, como um sinal profético do que haveria de vir. Estas sete Festas anuais aconteciam em três ciclos: três na Primavera, uma no início do verão e as outras três no outono. Veja abaixo o significado profético apontado em cada Festa e em cada estação.

 

  1. As três festas da Primavera: Páscoa, Pães Asmos e Primícias

 

FESTA

DATA

SIGNIFICADO

RITUAL

CUMPRIMENTO PROFÉTICO

 

 

PÁSCOA

Ex 12:6-7

Lv 23:5

 

Dia 14 de Nisã (1º mês)

“Passagem” - Celebra a passagem do anjo da morte por cima da casa dos hebreus no Egito, livrando seu primogênito da morte.

Cinco dias antes da Páscoa,  cada família escolhia um cordeiro sem manchas, perfeito. Este cordeiro seria morto na Páscoa, entre 15h e 18h, seu sangue pincelado nos batentes da porta e a carne seria assada e servida com ervas amargas e pães sem fermento. O cordeiro seria morto no lugar do primogênito daquela família.

Crucificação de Jesus, que entrou em Jerusalém 5 dias antes da Páscoa e, como Cordeiro de Deus, sem pecado, derramou seu sangue e foi morto durante a Páscoa, entre as 15h e 18h.

 

PÃES ASMOS

Ex 12:18

Lv 23:6

 

 

Dia seguinte depois da Páscoa

Celebrava a saída às pressas do povo do Egito

Durante uma semana, após uma criteriosa “varredura” pela casa, todo fermento encontrado era retirado, e toda família só poderia consumir comidas e bebidas sem levedura, ou seja, sem fermento.

Pureza e Santidade simbolizadas na ausência de fermento  só podem ser alcançadas através da justificação por meio de Jesus Cristo - João 6:35.

 

PRIMÍCIAS

Lv 23:9-12

Um dia depois do sábado dos Pães Asmos, no primeiro dia da semana (domingo)

Consagração dos primeiros frutos da colheita a Deus

Um feixe de cevada nova, polvilhada com incenso era levantado a Deus e movido perante o Senhor.

Num domingo de Primícias, Jesus ressuscitou e foi levantado diante do Senhor - 1Co 15:20 e Cl 1:18.

 

 

2. A Festa celebrada no início do Verão: Pentecostes

 

FESTA

DATA

SIGNIFICADO

RITUAL

CUMPRIMENTO PROFÉTICO

 

 

PENTECOSTES

Lv 23:15-17

 

50 dias após a Festa das Primícias

Também chamada de “Festa das Semanas”, é um tempo de celebração pela liberdade, descanso  e também por Deus ter dado a Lei ao seu povo.

Num grande ajuntamento, todos compartilhavam juntos do alimento ao ar livre. Dois pães levedados (com fermento) eram levantados diante de Deus. Era a única festa em que a participação de gentios era permitida.

50 dias depois da ressurreição de Jesus, durante as festividades de Pentecostes, Deus mandou o Espírito Santo sobre sua Igreja, formada por judeus e gentios (dois pães levedados) - Atos  2.

 

 

3. O terceiro ciclo de festas no Outono: Trombetas, Expiação e Tabernáculos

 

FESTA

DATA

SIGNIFICADO

RITUAL

CUMPRIMENTO PROFÉTICO

 

 

 

TROMBETAS

Lv 23:23-25

Nm 29:1-7

 

Dia 01 de Tishrei  (7º mês)

Também chamado de “O dia do som do shophar”, ou “O dia do estrondoso despertar”, é a única festa que começa na lua nova, dura 10 dias e celebra o Ano Novo Civil.

Assim que surgia o primeiro raio ou sinal da lua nova, o sacerdote soava o shophar no parapeito do templo. Neste momento, todos deveriam parar imediatamente o que estivessem fazendo e se dirigirem para o templo para adoração e os sacrifícios.

O arrebatamento foi várias vezes associado ao toque de uma trombeta, onde dois estariam no campo, um seria levado e outro deixado. Seria este um sinal de que o arrebatamento da igreja se dará num dia 1º de Tishrei (calendário judaico)?

 

 

 

EXPIAÇÃO

Lv 23:26-32

 

Dia 10 de Tishrei.

Nos 10 dias seguintes às Trombetas, deveria haver um tempo de profunda contrição e arrependimento e no décimo dia, este tempo se encerraria com o Dia de Expiação. Tempo separado para reconhecer e se arrepender dos seus pecados, tempo de dor, agonia e quebrantamento.

O som do shophar convoca a todos para se voltarem a Deus em arrependimento, caso contrário, serão destruídos. É o dia mais solene do ano e a única ocasião em que o sumo sacerdote entrava no Lugar Santíssimo para expiação da nação. Dia de jejum e diversos sacrifícios.

Apocalipse 2:10 fala de “dez dias de tribulação”. Estaria esta Festa, apontando para um período de Tribulação e tratamento do povo judeu após o arrebatamento da Igreja?

 

 

 

TABERNÁCULOS

Ex 12:6-7

 

Dia 15 de Tishrei. Cinco dias após o Dia de Expiação.

Durava sete dias. Também chamada de Festa da Colheita, ou Festa do Ajuntamento. Passado o tempo de lamento pelo pecado, a Festa comemora a provisão e o abrigo de Deus durante o êxodo e ilustra Sua habitação no mundo porvir.

Dia de cânticos e sacrifícios de gratidão. O povo fazia tendas ao ar livre e ali ficavam durante sete dias, celebrando a colheita e iluminando o arraial com suas luzes e tochas.

Muitos acreditam que o nascimento de Jesus se deu num dia de Tabernáculos, e que a sua segunda vinda também se dará neste dia.

 

Resumo:

  1. Páscoa = Redenção - Crucificação do Cordeiro de Deus
  2. Pães Asmos = Pureza - Sepultamento de Jesus
  3. Primícias = Consagração - Ressurreição de Cristo
  4. Pentecostes = Comunhão - Descida do Espírito Santo
  5. Trombetas = Anunciação - Arrebatamento?
  6. Expiação = Arrependimento - Tribulação?
  7. Tabernáculos = Celebração - Milênio?

 

As três primeiras Festas representam a nossa Redenção. A quarta, a nossa santificação e as três últimas, seriam símbolos proféticos da nossa Glorificação. “O Espírito e a Noiva dizem: Vem. Ora, vem, Senhor Jesus!”

 

 

 

Prof. Márcia Rezende 
Bacharel em Teologia e Educação Religiosa 
Pastora na 3ª Igreja Batista de Marília 
 

LEIA TAMBÉM:

 

Enquete
    Enquete
Nosso novo SITE está no "forno". O que você mais gostaria de encontrar por aqui:




votar - ver resultados

    Mural

fernando: bom dia irmãos, fiquei por muitos dias e horas na internet buscando informações para entender e ter uma opinião formada em relação a crise politica que vivemos , cheguei a seguinte conclusão , não adianta sair as ruas pedir o fim da corrupção , fora A ou fora B , temos que sair sim , mas para clamar a DEUS sua misericórdia sobre nós pois tudo o que acontece está sob sua permissão , se as coisas estão difíceis é DEUS nos avisando , TEMOS QUE BUSCAR A MELHORA EM DEUS QUE SABE DO QUE REALMENTE PRECISAMOS , E NÃO EM HOMEM NENHUM , me recordo que uma vez saímos para clamar a DEUS nas entradas e saídas de nossa cidade , será que não está na hora de sairmos novamente em clamor a DEUS ??? ESSA CRISE É RESULTADO DE MUITA OBSTINAÇÃO GENERALIZADA VAMOS REFLETIR ??? VAMOS AGIR ??? VAMOS PARA RUA CLAMAR ??? ou vamos esperar achando que nós mesmos vamos resolver ???

Servo do Altissimo : Estava eu, olhando o site dessa igreja e dentro de mim surgiu um sentimento tão gostoso, senti saudade. Saudade de não estar mais tão perto, de nao estar mais servindo como antes, de não estar mais louvando, adorando e aprendendo mais sobre o Deus que tudo pode. Ah se eu pudesse faria tantas coisas diferente, falaria e teria outros atos para conservar e ampliar a distância entre eu e essa igreja, que por tanto tempo religou eu a Deus. Ahh mas como somos falhos, deixamos levar por coisas futéis, pequenas, coisas que nos tiram o foco, deixando a visão desfocada, assim saimos do caminho que nos leva a Salvação. Como ja previa o profeta, até os jovens cansam e caem. Mas irmãos, mantenha firme no Senhor, olhe para o alvo, olhe para o Snehor que é de onde vem o socorro, olhe para Deus e corra para os braços DELE, onde há força, onde a esperança nao acaba, Ele é o Senhor, o Senhor de Todas as coisas. Escolhi por um tempo vender os meus ministérios para Satanas, troquei as veste de principe, por veste de luto, veste sujas, troquei a liberdade por uma escravidão, mas ela, a escravidão nao foi eterna, pois o Senhor de todas as coisas vive para Sempre, e os que estão na mãos dele nunca sai de lá, sou a prova disso, quando o meu alvo deixou de ser Cristo, e quando meu caminho não levaria a Cristo sentia que meu caminho não era ali, me perguntava: Meu Deus onde estou? Porque estou aqui? Oh Deus me ajuda, mas ele estava ali, de braços abertos para me abraçar e sorrir para mim. Oh Deus nunca me Deixou, o Espirto Santo começou a incomodar meu coraçao, podia ouvir filho, seu lugar não é aqui. Ahh como ele é Gentil, hoje voltei para a Casa para ser Casa novamente, casa do Senhor. Casa que ajuda a me ligar com Deus, me ensina, me leva a adorar o Deus, o único Deus, ALELUIA. Amada Igreja mantenha o foco em Cristo, amados pastores, vocês são um canal de benção, para todos nos, ovelhas do rebanho de Cristo. É um prazer fazer parte desse corpo, corpo únido, corpo sadável. Sendo igreja.

ENTRELÍDERES: Terça, dia 19 de Janeiro, teremos nosso primeiro encontro de 2016. Contamos com a presença de todos que ocupam alguma função de liderança na igreja. Será um tempo muito importante de comunhão, oração e compartilhamento. Não percam!

Alexandre - Rede Ministerial: Alexandre, recebemos seu recado e enviamos o material solicitado por email, mas o email voltou. Favor reenviar endereço para entrarmos em contato. Deus abençoe.

fernando: sim estamos vivendo os ultimos dias do governo humano na terra.A cada dia que se passa vemos a falência dos pilares humanos : Político , comércio , e religioso. Por isso é muito importante sabermos o que nosso Deus tem reservados p os que creem nele de verdade. (Mateus 6:10)=venha o teu reino , seja feita a tua vontade , assim na terra como no céu. (Daniel 2:44)=na época desses reis ,o Deus dos céus estabelecerá um reino que jamais será destruído e que nunca será dominado por nenhum outro povo ,destruirá todos os reinos daqueles reis e os exterminará , mas esse reino durará para sempre. (salmo 72:12)= Pois ele liberta os pobres que pede por socorro,os oprimidos que não têm quem os ajude.(Isaías 33:24)= Nenhum morador de Sião dirá: "estou doente!" E os pecados dos que ali habitam serão perdoados.(João 5:28,29)=Não fiquem admirados com isto,pois está chegando a hora em que todos que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão;os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal ressuscitarão para serem condenados. O entendimento da palavra de Deus nos ajuda a entender o que acontece hoje e o que está por vir....Deus nos abênçoe a todos.

Deixe seu recado

    SIGA NO TWITER
 Jesus, em todos os lugares, de todas as formas... Jesus, everywhere, in all forms... Jesús, por todas partes, en todas sus formas... Gèsus, partout, sous toutes ses formes... Yesu, bisika nionso, na ba ndenge nionso... Yisu, bifulu biakulu, ye mu mpila zakulu...